Por que escolher a gente? #VemparaEstácio

Uma das maiores faculdades do Brasil

Mais de 1500 unidades e polos pelo país.

Reconhecimento MEC

Mais de 87 cursos com nota 4 e 5 no MEC!

Intercâmbio Exclusivos

No intercâmbio da Estácio, você estuda em universidades reconhecidas no mundo todo! 

estudar para vestibular

Como estudar para o vestibular com foco nas matérias de exatas? Aprenda aqui

Dentre as matérias que mais causam dores de cabeça aos estudantes, especialmente durante o preparo para os exames seletivos para universidades, estão as da área de exatas. 

Essa área inclui as famigeradas disciplinas de matemática, física e química e costumam contar com algum tipo de complicação. Mas existem algumas dicas para estudar para o vestibular que podem auxiliar a superar os problemas com tais matérias.

DICA: Faça sua graduação com 50% de desconto na Estácio.

A padronização dos estudos e organização do tempo que precede o exame vestibular é essencial. Isso, aliás, não se aplica somente a quem tem dificuldades com as matérias da área de exatas, mas a todos os alunos.

Assim, que tal conferir algumas dicas sensacionais que podem ser a chave para a obtenção de sucesso ao estudar para o vestibular? Continue lendo e veja agora mesmo como melhorar seus estudos e a absorção de conteúdos da área de exatas.

estudar para vestibular

Como estudar para o vestibular com foco nas matérias exatas?

Existem algumas dicas que podem ser aplicadas para todas as matérias estudadas, enquanto outras são mais específicas para o estudo das disciplinas de exatas. Assim, confira agora mesmo como você pode reforçar seus estudos e torná-los mais produtivos, garantindo a absorção dos conteúdos!

Deixe a calculadora e exercite o cérebro

As matérias de exatas, obviamente, envolvem uma série de cálculos que são necessários nos seus exercícios. Entretanto, não caia na tentação de fazê-los com o auxílio de uma calculadora. Apesar desta ser uma opção mais rápida ela não é benéfica para seus estudos, para o desenvolvimento do raciocínio e exercício cerebral.

Nesse sentido, considere ao estudar para o vestibular quais são as ferramentas que você terá em mãos durante a prova. É possível o uso de calculadora? Não. Então ela deve ser deixada de lado durante o período preparatório.

Aliás, a insistência no uso desse tipo de ferramenta é muito prejudicial. Afinal, mesmo que você saiba como aplicar as fórmulas pode cair em erros bobos e comuns de erros simples de cálculos, uma vez que eles não foram exercitados.

Faça quadros e lembretes com as fórmulas mais pedidas

Os exercícios de física, química e matemática geralmente demandam a aplicação de fórmulas diversas para cálculos. Entretanto, embora alguns exames vestibulares concedam uma lista com as formulações, não são todos que o fazem.

Diante disso é crucial que as fórmulas sejam memorizadas para não afetar o desempenho e a possibilidade de correta execução dos exercícios. Para isso você pode optar pelo desenvolvimento de quadros, cartazes ou mesmo post-its com as fórmulas. Eles devem ser colocados no seu campo de visão no local utilizado para estudar para o vestibular e, de preferência, revisados diariamente.

Mesmo que a instituição escolhida por você traga algumas das fórmulas no quadro de questões, não deixe a preguiça vencer e procure memorizá-las. Esse fator é importante porque muitas vezes não são todas as fórmulas que são disponibilizadas ao candidato. Além disso, geralmente os candidatos prestam provas em instituições diversas e pode ser que alguma delas opte pela não concessão desses dados.

Foque em exercícios diversos

Exercitar o conhecimento é indispensável para quem está procurando formas melhores de estudar para o vestibular. Para tanto, não deixe de buscar questões que foram utilizadas em vestibulares já passados e também aquelas próprias do material didático utilizado.

São com essas questões que o estudante será capaz de analisar seus pontos fracos e também quais são os tipos de exercícios nos quais ele tem maior desenvoltura. Dessa maneira será possível direcionar melhor os estudos e buscar reforços para superar os problemas encontrados.

Dentre as questões que podem (e devem) ser utilizadas estão aquelas não apenas do material didático, mas principalmente de vestibulares anteriores. Você pode encontrar essas provas dos outros anos na internet, geralmente no site da instituição. A partir daí você possui em mãos um ótimo material de estudo bem como o gabarito.

Ao errar uma questão, busque analisar o porquê do erro. Houve erro no cálculo? Raciocínio incorreto? Pegadinha? Saber o motivo do erro auxilia você a gravar a forma como o exercício deve ser realizado e não apenas a forma que é incorreta.

Dessa maneira, não deixe de fazer uso do extenso material que pode ser encontrado na internet e o utilize para identificar quais matérias precisam de reforço.

Cinco dicas para estudar matérias de exatas - Faculdade Metodista Granbery

Busque pensar nas matérias de modo coletivo e complementar

Outro ponto muito importante ao estudar para o vestibular as matérias exatas é ter cuidado para vê-las de modo integral. Ou seja, não pense nelas como coisas separadas. Afinal, elas conversam de sobremaneira entre si e apresentam conceitos umas às outras, especialmente em relação à matemática e à física.

Portanto, sempre busque interpretar tudo como uma super matéria. Embora possa parecer pequeno, essa mudança de postura pode fazer toda a diferença nos seus estudos.

Controle o tempo para estudar para o vestibular

O exame vestibular possui tempo predefinido, certo? Então você deve focar seus exercícios de acordo com o tempo que terá disponível. Contudo, ao estudar para exatas não deixe de considerar as demais disciplinas e divida o tempo geral da prova vestibular pelo número de disciplinas.

Dessa maneira você poderá se acostumar com a necessária agilidade.